CD MESTRE MESSIAS: RETRATO DE UM VIOLEIRO

Falecido em fevereiro deste ano, aos 68 anos de idade, o compositor e artista plástico Messias dos Santos sonhava com o lançamento do CD que deixara gravado com a participação de dezenas de músicos amigos e admiradores de sua obra. Retrato de um violeiro, lançado no domingo, 1º de maio, no Parque das Ruínas, no bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, traz  a viola e a voz do Mestre Messias como um aconchego de conversa, um tiquitinho de prosa.

A Folia de Reis que acompanhou com seu pai pelos caminhos de Minas, o cotidiano duro do trabalhador, a devoção a São Sebastião, o delicioso samba do Negro Carioca, o clima quase onírico da Roda do Milho, a beleza envolvente do Jongo Diminuto, tudo está ali vivo, presente. Das 14 faixas, 6 são parcerias com Eugênio Malta, amigo dos tempos de Juiz de Fora, na década de 1960.

Pena mesmo é Messias não poder lançar seu próprio CD. Mas sua música tem aquele tom perene que me parece confirmado pelo violino de André Cunha, o piano de Tomás Improta, os violões de Paulão 7 Cordas, Gabriel Improta, Marcelo Lopes, a percussão de Robertinho Silva e Pedro Lima, o baixo de Yuri Popoff, entre tantos outros instrumentistas que acompanharam o Mestre em seu derradeiro e cativante trabalho.

Mais que um tributo póstumo ou exemplo de música de temática rural, Retrato de um violeiro merece figurar entre os bons lançamentos de CDs de música popular brasileira. As 14 composições nele reunidas comprovam o porquê de Messias dos Santos ser um artista tão querido por moradores dos lugares por onde passou, como Santa Teresa,  Juiz de Fora, Lumiar, Cabo Frio, além da sua inesquecível Cataguases. Retrato de um violeiro é, sem dúvida, um CD de Mestre.

AUTOR: MESTRE MESSIAS

R$: 15,00

 

Published in: on junho 24, 2011 at 3:19 pm  Deixe um comentário  

FELA: ESTA PUTA VIDA

FELA. Esta vida puta, de Carlos Moore, transcende a biografia. Reflete a franqueza e a coragem de seu biografado. A vida e a época deste músico global ajudam a nos lenbrar que os generosos e destemidos vivem as melhores vidas. O próprio Moore foi corajoso, ao lidar com uma pessoa tão problemática quanto Fela. E foi também generoso, ao colocar à disposiçãosua biografia, dando espaço à sua primeira esposa, Shawna. Ela teve liberdade para escrever e ilustrar um monólogo afro atlãntico centrado na voz imaginada de Funmilayo, a falecida mãe de Fela…

AUTOR: CARLOS MOORE

EDITORA: NANDYALA

R$: 35,00

 

 

 

 

Published in: on junho 6, 2011 at 12:36 pm  Deixe um comentário  

ESTAMOS JUNTOS O MPLA E A LUTA ANTICOLONIAL VOL II

Este livro aborda a trajetória do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), desde a sua opção pela luta armada (1961) até a assinatura do cessar fogo com os militares portugueses (1974) São enfatizados os momentos de dissidência que tiveram lugar no seio do movimento e os diferentes fatores que intervieram nessas crises.

EDITORA: KILOMBELOMBE

AUTOR: MARCELO BITTENCOURT

PREÇO: R$ 40,00

Published in: on junho 3, 2011 at 5:51 pm  Deixe um comentário  

ESTAMOS JUNTOS O MPLA E A LUTA ANTICOLONIAL VOL I

Este livro aborda a trajetória do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), desde a sua opção pela luta armada (1961) até a assinatura do cessar fogo com os militares portugueses (1974). São enfatizados os momentos de dissidência que tiveram lugar no seio do movimento e os diferentes fatores que intervieram nessas crises.

EDITORA: KILOMBELOMBE

AUTOR: MARCELO BITTENCOURT

PREÇO: 40,00

Published in: on junho 3, 2011 at 5:48 pm  Deixe um comentário  

O ALUFÁ RUFINO

Este livro, escrito a seis mãos por especialistas na história da escravidão no Brasil, reconstitui a movimentada biografia de Rufino José Maria e faz uma abrangente análise do contexto histórico do Brasil e da África no século XIX.
Nascido no antigo reino africano de Oyó, escravizado na adolescência por um grupo étnico rival, adquirido por traficantes brasileiros e levado para Salvador da Bahia, o protagonista destas fascinantes páginas da história do Brasil teve sua biografia dividida pelo oceano. A vida de Rufino foi plena de aventuras e desventuras. Após conseguir sua alforria, tornou-se cozinheiro assalariado de navios negreiros e, na maturidade, no Recife, alcançou o posto de alufá, guia espiritual da comunidade de negros muçulmanos.

AUTOR(ES): JOÃO JOSÉ REIS/FLÁVIO GOMES/ MARCUS CARVALHO

EDITORA: COMPANHIA DAS LETRAS

R$: 62,00

Published in: on junho 1, 2011 at 2:50 pm  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores