MULHERES NEGRAS NO BRASIL ESCRAVISTA E DO POS-EMANCIPAÇAO

30371701

Os temas da escravidão e da presença africana tiveram destaque no chamado pensamento social brasileiro desde o alvorecer do século XX. Com base em publicações, esta coletânea procura reunir especialistas na temática. Os ensaios apresentados pretendem passear por cidades, plantations e áreas de mineração de norte a sul do Brasil, nos séculos XVIII, XIX e primeiras décadas do XX. Com pesquisas que buscam esmiuçar fontes diversas e privilegiar as biografias, procuram trazer um quadro das experiências das mulheres africanas, crioulas, cativas e forras – primeiras agentes da emancipação da comunidade de africanos e de seus descendentes na diáspora.

 

Autores(as): Giovana Xavier, Flavio Gomes, Juliana Barreto Farias

Published in: on fevereiro 6, 2013 at 1:41 pm  Deixe um comentário  

Guerreiras do Cabaré

guerreiras-do-cabare-site

Partindo de experiências acumuladas dentro e fora da academia, Uzel chegou a Guerreiras do Cabaré, fruto de sua dissertação de mestrado no Programa Multidisciplinar Cultura e Sociedade da UFBA. Nesta obra, ele aborda as estratégias discursivas utilizadas pelo Bando de Teatro Olodum para representar as personagens femininas do espetáculo Cabaré da Rrrrraça, dirigido por Marcio Meirelles. A peça, encenada exclusivamente por artistas negros, está completando 15 anos em cartaz com forte popularidade.

Autor: Marcos UZel

Editora: EDUFBA

R$ 30,00

Published in: on janeiro 11, 2013 at 11:14 am  Deixe um comentário  

RACISMO SEXISMO E DESIGUALDADE NO BRASIL

Entre 2001 e 2010, a ativista e feminista negra Sueli Carneiro produziu inúmeros artigos publicados na imprensa brasileira. Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil reúne, pela primeira vez, os melhores textos desse período. Neles, a autora nos convida a refletir criticamente a sociedade brasileira, explicitando de forma contundente como o racismo e o sexismo têm estruturado as relações sociais, políticas e de gênero.

Num momento em que nosso país depara com temas polêmicos, como o Estatuto da Igualdade Racial e as cotas em universidades, a Coleção Consciência em Debate pretende discutir assuntos prementes que interessam não somente aos movimentos negros como a todos os brasileiros.
Fundamental para educadores, pesquisadores, militantes e estudantes de todos os níveis de ensino. Coordenação de Vera Lúcia Benedito.

AUTOR(A): SUELI CARNEIRO

EDITORA: SELO NEGRO EDIÇÕES

PREÇO: 22,00

Published in: on maio 5, 2011 at 2:40 pm  Deixe um comentário  

Couro imperial:Raça, gênero e sexualidade no embate colonial

Couro imperial é a crônica das ligações perigosas entre gênero, raça e classe que deram forma ao imperialismo britânico e à sua sangrenta desmontagem. Cobrindo o século entre a Grã-Bretanha vitoriana e a luta pelo poder na África do Sul, o livro trata da complexa relação entre raça e sexualidade, fetichismo e dinheiro, gênero e violência, domesticidade e mercado imperial, e analisa a influência do gênero sobre o nacionalismo nas zonas do poder imperial e anti-imperial. Utilizando teorias pós-coloniais, psicanalíticas e socialistas, Couro imperial argumenta que as categorias de gênero, raça e classe não existem isoladamente, mas surgem em relação íntima entre si. Baseando-se em diversas formas culturais — romances, propaganda, diários, poesia, história oral e o espetáculo mercantil de massas —, o livro examina o imperialismo não só como uma poética da ambivalência, mas também como uma política da violência. Rejeitando tradicionais oposições binárias entre eu-outro, homem-mulher, colonizador-colonizado, Anne McClintock invoca uma compreensão mais complexa e nuançada das categorias de poder e identidade sociais.

Livro de Anne McClintock – Plínio Dentzen (trad.)

Editora: Unicamp

R$ 74,00

Published in: on dezembro 10, 2010 at 5:52 pm  Deixe um comentário  

PRINCESA ISABEL DO BRASIL:GÊNERO E PODER NO SÉCULO XIX

 

Obra de leitura interessante e agradável, de fundamental importância àqueles que se
interessam pelo Brasil imperial, retrata Princesa Isabel, de uma forma acurada e leve -
uma das nove mulheres que, durante o século XIX estiveram no comando político de
nações.  O historiador inglês Roderick J. Barman reúne documentação inédita e farto
material iconográfico, obtido por meio da própria família imperial, e retrata a vida
privada e a trajetória pública de D. Isabel, a princesa imperial e legítima herdeira do
trono de D. Pedro II. Uma reconstituição histórica sólida que apresenta o cenário
sociopolítico do Segundo Reinado de maneira direta e cativante e aborda o universo de
vida feminino e as relações entre gênero e poder no século XIX 

Livro de  Roderick J. Barman
TRADUTOR(ES):
Luiz Antônio Oliveira Araújo

Editora Unesp

R$ 68,00

Published in: on maio 31, 2010 at 6:36 pm  Deixe um comentário  

Guerreiras de natureza: Mulher negra, religiosidade e ambiente – Coleção Sankofa – Volume 3

40034

A mulher negra conquistou seu espaço na sociedade por meio de grandes lutas, testemunhadas neste volume por lideranças e pensadoras como Lélia Gonzalez, Sueli Carneiro, Hédio Silva Jr. e Helena Theodoro. A tradição religiosa afro-brasileira valoriza o papel da mulher e reúne uma sabedoria guardada por ela como protagonista da vida de sua comunidade. A tradição dos orixás cultiva uma rica e dinâmica relação com a natureza, antecedendo por milênios a repentina preocupação do Ocidente atual sobre o meio ambiente. Com apresentação de Mãe Beata de Yemonjá e ensaios de Dandara, Nei Lopes e Aderbal Moreira Axogum, entre outros, este volume explora as diversas implicações dessa tradição para a interação do ser humano com as forças da natureza. No processo, elucida várias dimensões do impacto negativo da intolerância religiosa na sociedade contemporânea.

Livro de Elisa Larkin Nascimento

Editora Selo Negro

R$ 55,00

Vozes Femininas do Império e da República

vozes

A participação das mulheres na cultura, na educação, literatura, na mídia e na política hoje é ampla e diversificada. Mas nem sempre foi assim. Para chegarmos ao estágio atual, desde o século XIX algumas mulheres pioneiras precisaram erguer suas vozes e conquistar seu espaço, em sociedades que lhes reservavam papéis secundários e restritos ao seio das famílias. A história da vida e da luta de algumas dessas mulheres, do Brasil e de Portugal, é o que o leitor vai encontrar nas páginas de Vozes femininas do Império e da República.

Organizado pelas professoras Yolanda Lima Lobo (UENF) e Lia Faria, o livro se divide em três partes – falas imperiais, falas literárias e falas apaixonadas – e reúne 11 artigos que, ao contar a história de mulheres especiais, acabam fazendo um registro da evolução das sociedades brasileira e portuguesa, do seculo XIX aos nossos dias.

Livro de Yolanda Lôbo, Lia Faria (Orgs.)

Editora: Quartet

R$ 34,00

Published in: on novembro 29, 2008 at 4:46 pm  Deixe um comentário  

CAETANA DIZ NÃO: Histórias de mulheres da sociedade escravista brasileira

Caetana é uma jovem escrava doméstica de uma fazenda de café do Vale do Paraíba, cujo proprietário decide que ela deve se casar com outro escravo. O casamento é realizado, mas Caetana se recusa a “deitar-se” com o marido. E a recusa é tão obstinada que seu dono resolve pedir a anulação do casamento não-consumado ao tribunal eclesiástico, dando início a um longo processo.
Na segunda história, a senhora solteira Inácia Delfina, da ilustre família dos Sousa Werneck, deixa em testamento parte de seus bens – inclusive escravos – para uma família de ex-escravos de sua propriedade. Porém, graças à astúcia do testamenteiro, eles acabam herdando não terras, mas dívidas.
A partir do processo de Caetana e do testamento de Inácia, Sandra Graham realiza um impressionante trabalho detetivesco de investigação do passado, juntando cacos dispersos e reconstruindo os cenários, laços familiares, relações de gênero, traços culturais e vínculos econômicos que compõem um retrato da região de economia mais pujante do Brasil em meados do século XIX. Como diz a autora, seu livro pretende “recuperar os atos e as vozes das ‘pessoas perdidas'”.

Livro de

Editora: Cia das Letras

R$ 55,50

Published in: on agosto 24, 2008 at 10:28 pm  Deixe um comentário  

Vol.1 – Preconceito contra a mulher – Diferença, poemas e corpos

Na Coleção Preconceitos o leitor encontrará, em linguagem clara e acessível, novas abordagens que tratam, com rigor e objetividade, de questões tensas que estão na raiz de muitas injustiças sociais que transformam o cotidiano de milhares de pessoas num contínuo espetáculo de sofrimento e solidão. Os preconceitos tentam naturalizar desigualdades sociais, multiplicando estereótipos que menosprezam a diversidade cultural, a diversidade de escolha, as marcas do corpo e a construção social das identidades culturais. Sempre é problemático tomar a sociedade brasileira como um todo, justamente porque nas particularidades dessa mesma sociedade encontramos expressivas desigualdades e diferenças que só se revelam plenamente quando observadas de perto. É o que fazem os autores da Coleção Preconceitos ­ aproximam-se de uma triste realidade. Nos livros desta Coleção podemos perceber um acúmulo histórico de tensões que indica, no Brasil, a presença de uma trama social na qual a vida concreta de muitas pessoas é continuamente submetida a diversificados níveis de subordinação; subordinação esta assentada naquilo que é marca registrada dos preconceitos ­ a lógica da preterição.

Livro de Sandra Azerêdo

Editora Cortez

R$ 17,90

Published in: on julho 7, 2008 at 5:43 pm  Deixe um comentário  

A flor do deserto

8587328433.jpg 

Este livro é um relato emocionante relato de Waris Dirie, modelo de projeção internacional e atualmente embaixadora especial da ONU na luta pela erradiação da mutilação genital feminina.

Livro de Waris Dire

Editora: Hedra

R$  38,00

Published in: on março 17, 2008 at 2:27 pm  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores