TALISMÃ DE XANGÔ DE QUINZINHO, UM HERÓI NACIONAL

talisma

 

Este livro é uma verdadeira história de vida, onde se pode ver o talismã de Xangô que, com seu inegável poder, é capaz de realizar muitos feitos e desejos, tornando quem o carrega alguém poderoso e imortal.
Assim é o Talismã de Xangô, um livro onde a religião e a política estão presentes em todas as páginas, revelando a fé e a força de um homem, um negro marcado antes mesmo de nascer. Quinzinho é um homem que não nega a sua raça, um herói brasileiro que luta e vence obstáculos, quebra conceitos e deixa, por onde transita, uma mensagem de amor e, sobretudo, de orgulho por suas raízes, revelando a pluralidade de nossa identidade, que passa pelos credos e pela cultural nacional.

Autor: Roberto Ananias

Editora: Litteris

R$ 50,00

Published in: on março 13, 2013 at 3:45 pm  Deixe um comentário  

LUNDU DO ESCRITOR DIFÍCIL:CANTO NACIONAL E FALA BRASILEIRA NA OBRA DE MÁRIO DE ANDRADE


Este trabalho analisa a produção intelectual e o ambiente social de Mário de Andrade, após a década de 1930, em que o estudioso defendia a conformação da arte e do artista 
com sua sociedade, e em  seus escritos encontram-se recomendações sobre o papel e a responsabilidade social dos intérpretes, em especial do cantar. "Arte e nação 
entrelaçam-se no que podemos chamar de sua teoria social: a construção de uma definiria o caráter de outra."
Livro de 
Editora Unesp
R$ 39,00
Published in: on outubro 4, 2010 at 6:05 pm  Deixe um comentário  

MORTE NOS BÚZIOS

A mãe-de-santo Aninha prevê a morte de uma mulher num jogo de búzios. Na manhã seguinte, a previsão se confirma: a cliente do terreiro de candomblé é encontrada morta com o pescoço cortado e a boca cheia de folhas de manjericão. Desvendar o homicídio, com aspectos de sacrifício religioso, é tarefa do delegado Tiago Paixão, que acaba se embrenhando na rotina e nos costumes do terreiro de mãe Aninha.
Um segundo crime com as mesmas referências supostamente religiosas faz com que o assassino fique conhecido nos jornais como “o Sacrificador”. Logo surgem imitadores, desencadeando uma onda de violência na cidade. Enquanto o delegado Paixão se vê pressionado pela imprensa e por seus superiores, o terreiro de mãe Aninha se vê na mira de fanáticos religiosos e uma guerra santa à brasileira está prestes a estourar.

Livro de Reginaldo Prandi

Editora: Cia das Letras

R$ 39,50

Published in: on fevereiro 26, 2010 at 6:33 pm  Deixe um comentário  

Questão de pele

537f844a-14fe-4913-8d33-b36d9956011c

Assim como Entre nós – obra de estreia da coleção, com contos sobre a homossexualidade –, Questão de pele traz textos de alguns dos maiores escritores brasileiros, como Machado de Assis e Lima Barreto. Representantes da luta negra no Brasil também estão no livro, entre eles Cidinha da Silva, Conceição Evaristo, Cuti e Nei Lopes. Além disso, a antologia Questão de pele traz ainda, como apêndice, o depoimento de Mahomma G. Baquaqua, ex-escravo que fala de dentro do processo de escravidão: relata sua escravização; suas experiências como escravo em Pernambuco e sua viagem até os Estados Unidos, onde, finalmente, consegue liberdadeAssim como Entre nós – obra de estreia da coleção, com contos sobre a homossexualidade –, Questão de pele traz textos de alguns dos maiores escritores brasileiros, como Machado de Assis e Lima Barreto. Representantes da luta negra no Brasil também estão no livro, entre eles Cidinha da Silva, Conceição Evaristo, Cuti e Nei Lopes. Além disso, a antologia Questão de pele traz ainda, como apêndice, o depoimento de Mahomma G. Baquaqua, ex-escravo que fala de dentro do processo de escravidão: relata sua escravização; suas experiências como escravo em Pernambuco e sua viagem até os Estados Unidos, onde, finalmente, consegue liberdade.

Livro de Luiz Ruffato

Editora: Língua Geral

R$ 35,00

Published in: on setembro 9, 2009 at 8:42 pm  Deixe um comentário  

Literatura e marginalidade – Um estudo sobre João Antônio e Luandino Vieira

Brasil e Angola possuem muito mais do que o idioma em comum. Ambos têm suas sociedades marcadas pela grande desigualdade social, resultado do passado colonial no qual estavam submetidos a Portugal e consolidado pelas elites que conduziram a história dos dois países.

Esse contexto histórico não deixou de influenciar a produção literária de certos autores nesses dois países. Em Literatura e Marginalidade Vima Lia Martin traz ao leitor o diálogo entre duas importantes obras, Malagueta, Perus e Bacanaço, do brasileiro João Antônio, e Luuanda, do angolano Luandino Vieira. Escritas há mais de quarenta anos, ambas apresentam uma atualidade surpreendente.

Através delas, os autores trazem para a literatura a dura realidade das camadas marginalizadas de Brasil e Angola, problematizando e denunciando – cada um a seu modo – os valores que sustentam a desigualdade social de ambos os países, desestruturando os discursos e as práticas autoritárias colocadas em prática pelas elites. Em suma, desnuda esse descompasso existente entre a norma institucionalizada e a conduta do corpo social que, de algum modo, não a reconhece como legítima.

O sentido desse diálogo proposto pela autora é justamente de comparar esses discursos literários contestadores que dão forma e amplificam o grito dos excluídos. Um diálogo descolonizado que, ao aproximar projetos ficcionais engajados, formulados em língua portuguesa, busca não apenas contribuir para nossa percepção de paralelos sociais e culturais mas, principalmente, ampliar nossa capacidade de apreender as experiências alheias como parte constitutiva de nossa própria humanidade.

Livro de Vima Lia Martin

Editora: Alameda

R$ 40,00

Published in: on maio 18, 2008 at 2:24 pm  Deixe um comentário  
Tags:

O papel do herói-mito em o Viva o Povo Brasileiro e Sundjata ou a Epópeia Mandiga

kitabu-003.jpg 

O papel do herói-mito em o Viva o Povo Brasileiro e Sundjata ou a Epópeia Mandiga: identidade, Tradição, Colonização e Nação de Amadou Diop, fala de passado, de memórias, de vivências, mostrando duas obras, duas culturas, duas tradições e a vontade do homem em preservar sua trajetória.

Livro de Amadou Abdoulaye Diop

Editora: Ciência Moderna

R$ 35,00

Published in: on outubro 4, 2007 at 11:08 pm  Deixe um comentário  

A Casa da Água(Alma da África vol.1)

casa-da-agua.jpg 

A Casa da Água, de Antonio Olinto, publicado originalmente em 1969, oferece ao leitor uma viagem por diferentes terras, culturas e tradições, saindo da América do Sul em direção à África. É no percurso por esses diferentes ambientes que Mariana, neta de Catarina, enfrenta a passagem da infância para a adolescência, em uma transição em que se misturam as brincadeiras da menina com os sonhos de mulher.
A Casa da Água, primeiro volume da trilogia Alma da África, de Antonio Olinto, é uma leitura fundamental para quem deseja conhecer e desvendar a riqueza de outras culturas. A série, que já foi traduzida para dezenove idiomas e teve mais de trinta edições fora do Brasil, prossegue com os romances o Rei de Keto e Trono de Vidro, que também estão sendo relançados pela Editora Bertrand Brasil.

Livro de Antonio Olinto

Editora Bertrand

R$ 49,00

Published in: on agosto 27, 2007 at 6:28 pm  Deixe um comentário  

O Trono de Vidro(Alma da África 3)

tono.jpg

Neste terceiro volume da série Alma da África, Antonio Olinto centra-se na história da jovem Mariana, neta da velha Mariana, a brasileira protagonista de A Casa da Água, primeiro volume da trilogia. Em Trono de Vidro, a menina, que tem 25 anos, é acometida constantemente por lembranças do pai morto em 1968, o ex-presidente Sebastian Silva, e deseja, por motivações políticas, retornar a Zorei, cujo poder estava nas mãos de militares que haviam imposto uma ditadura.
Com o sonho de que haja pão, justiça, trabalho e felicidade a todos, Mariana é levada a assumir a liderança de um Sebastianismo distinto daquele que em Portugal significava a crença e o desejo de um retorno de Dom Sebastião, rei morto na batalha de Alcacerquibir. Dessa vez o movimento, também messiânico, faria retornar os ideais de Sebastian, o ex-presidente da República de Zorei assassinado, e salvar o país de um governo injusto.
Trono de Vidro, terceiro volume da trilogia Alma da África, de Antonio Olinto, publicado originalmente em 1987, é uma leitura fundamental para quem deseja conhecer e desvendar a riqueza de outras culturas. A série, que já foi traduzida para dezenove idiomas e teve mais de trinta edições fora do Brasil, inclui ainda os romances A Casa da Água e O Rei de Keto, que também estão sendo relançados pela Editora Bertrand Brasil.

Livro de Antonio Olinto

Editora: Bertrand

R$ 49,00

Published in: on agosto 27, 2007 at 6:25 pm  Deixe um comentário  

O Rei de Keto(Alma da ÁFrica vol.2)

keto.jpg 

Após A Casa da Água, no qual criou a inesquecível protagonista Mariana, Antonio Olinto dá à luz, neste segundo volume da trilogia Alma da África, uma outra personagem forte: Abionan, a vendedora que pertence a uma das cinco famílias reais de Keto. Tendo por base o provérbio iorubá que diz que “mãe é ouro, pai é vidro”, Olinto retrata no romance O Rei de Keto uma sociedade predominantemente feminina. Nesta obra, Abionan – amiga da velha Mariana, que saiu da Bahia com a avó Ainá, a mãe e os irmãos com destino a Lagos – pensa constantemente no filho que poderia ter sido Alaketo, rei de Keto, caso não houvesse morrido tão pequeno.
O Rei de Keto, segundo volume da trilogia Alma da África, de Antonio Olinto, publicado originalmente em 1980, é uma leitura fundamental para quem deseja conhecer e desvendar a riqueza de outras culturas. A série, que já foi traduzida para dezenove idiomas e teve mais de trinta edições fora do Brasil, inclui ainda os romances A Casa da Água e Trono de Vidro, que também estão sendo relançados pela Editora Bertrand Brasil.

Livro de Antonio Olinto

Editora: Bertrand

R$ 49,00

Published in: on agosto 27, 2007 at 6:23 pm  Deixe um comentário  

O trono da rainha Jinga

0974.jpg 

Uma onda de violência assola o Rio de Janeiro do século XVII, sendo atribuída a uma irmandade secreta de escravos criminosos. Ao mesmo tempo, são contadas as aventuras de um dos personagens pela África, onde conhece a famosa rainha Jinga. Cada capítulo é narrado por um personagem diferente, são diversas visões que se encadeiam até o desfecho.

Livro de Alberto Mussa

Editora Nova Fronteira

R$ 27,00

Published in: on julho 4, 2007 at 12:39 am  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores