Um Vento Sagrado: História de vida de um adivinho

flh_vs.gif 

“No sistema simbólico nagô, idade provecta é fonte de sabedoria e poder. O “antigo” é aquele que pode iniciar o mais jovem nos segredos da existência. No rito iniciático, que é transmutação de um destino, encena-se um tempo dominado pelos ciclos de repetição. O oluô Agenor Miranda Rocha, um “antigo”, é símbolo vivo e venerando da sabedoria iniciática. Nos búzios que joga, o destino tem a transparência do jogo das contas de vidro poetizado por Hermann Hesse.”

Muniz Sodré é escritor e professor-titular de Teoria dos Meios de Comunicação e da Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Já publicou vinte livros, entre ensaios e ficção. Baiano, residente no Rio há trinta anos, pertence à hierarquia do Axé Opô Afonjá na Bahia com o título de Ossi Obá Aressá.

Luís Filipe de Lima, carioca, é jornalista e músico. Cursa a Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ, onde prepara dissertação de mestrado sobre a música do candomblé. Este é seu primeiro livro.

Livro de Muniz Sodré e Luís Filipe de Lima

Editora: Mauad

R$ 37,00

Anúncios
Published in: on agosto 16, 2007 at 10:20 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://kitabulivraria.wordpress.com/2007/08/16/um-vento-sagrado-historia-de-vida-de-um-adivinho/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: