O MARXISMO E A QUESTÃO RACIAL

Este ensaio agora é visto por muitos como fundamental para a compreensão das relações entre o movimento negro mundial e a esquerda, embora ele fora avaliado – por muitos militantes negros de esquerda, dentro e fora do Brasil – como sendo uma “confabulação” de origem imperialista! Porém, o texto precisa ser analisado sem o calor das paixões que provocou na época; sobretudo porque a verdadeira “diabolização” do intelectual cubano, que se seguiu a essa publicação, teve relação direta com o fato de o autor ser um opositor ferrenho do regime castrista no que diz respeito à questão racial. Ricardo Matheus Benedicto
Aí reside a grande contribuição da presente obra de Carlos Moore: provocar a reflexão para a superação de crenças teórico-ideológicas remanescentes em estruturas intelectuais de setores da esquerda e dos progressistas, ainda que muitas delas reneguem o marxismo-leninismo e os marxismos dogmáticos. Gilberto Neves
Em suma, a obra de Carlos Moore alarga e enriquece o debate sobre o antirracismo entre nós. Do mesmo modo, auxilia-nos na construção de uma epistemologia que aponte para além do racismo e do eurocentrismo presentes em muitas reflexões ditas de esquerda e progressistas. Marcio André de O. dos Santos

LIVRO DE CARLOS MOORE

Editora: Nandyala

R$: 18,00

Anúncios
Published in: on novembro 16, 2010 at 2:19 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://kitabulivraria.wordpress.com/2010/11/16/o-marxismo-e-a-questao-racial/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: